sexta-feira, 26 de junho de 2009

Histórias e Lendas da Fórmula 1 (Parte 1): A primeira vitória de Fangio

Eu adoro as histórias da Fórmula 1, seja ela recente ou mais antiga.... Gostaria de aos poucos ir postanto estas histórias aqui... histórias que ouvimos falar, que lemos em algum lugar e que nos fez admirar determinados pilotos....
Escolhi a primeira vitória do Fangio para começar....

Logo na segunda corrida da Fórmula 1 moderna (1950), Fangio conseguiria sua vitória. O palco?Mônaco, a mais tradicional e charmosa prova da categoria até os dias atuais.
Conta a história que antes dos treinos livres Fangio fez várias voltas a pé pelo circuto. Nestes passeios examinou cada curva, analisou cada freada. O argentino parecia que queria memorizar cada curva do circuito antes de começar os treinos. A estratégia parece que deu certo. Depois de uma hora de treino, a pole era do argentino com 1:52'2". Na largada, conseguiu chegar a Saint Devote em primeiro, mas pelo retrovisor pode ver o inferno que se formava atrás dele, maisexatamente na Bureau de Tabac. Nada menos que 10 carros dos 19 que largaram se envolveram neste acidente.
Quando completou as 100 voltas da corrida, Fangio estava com as mãos cheias de bolhas pelo esforço e em uma declaração chegou a declarar que toda vez que passava pela fatídica curva, só não levantava a mão aos céus em agradecimento por não ter se envolvido no acidente porque tinha que mantê-las no volante.
Após a primeira vitória, Fangio acabou não comparecendo as honras oficiais. Ele não compareceu à festa de premiação. O por que? O argentino além de tudo era extremamente solidário. Ele renunciou toda a pompa e glamour do baile aristocrático para conduzir os amigos Gonzaléz e Pián(que se envolveram no acidente) a um Hospital na Itália.

Largada

Largada

Acidente na Bureau de Tabac

Acidente na Bureau de Tabac

Um passeio de Fangio e sua Alfa Romeo

Fangio

Chegada

Pódio

2 comentários:

Raphael Serafim disse...

Uma ótima história dos tempos românticos da Fórmula 1

^^

PS: fico imaginando se houvesse algo asim nos dias atuais (mas é impossível rsrsrs)


Bjo

Bruno Santos disse...

A primeira vitória de outras tantas. Uma história muito bacana também, apesar que hoje os pilotos não precisam mais andar pelo circuito, simuladores já fazem isso.

Solidário. Bons tempos que a Fórmula 1 tinha boas e grandes histórias de amizades.

Belas fotos, Paty.
Bjoo.